Maricá - Rio de Janeiro

MARICÁ SERÁ SEDE DO MAIOR E MAIS MODERNO TERMINAL DE TRANSBORDO DE PETRÓLEO DO PAÍS

Em meio a gravíssima crise que o Estado do Rio de Janeiro, surge uma esperança na área de petróleo e gás. A cidade de Maricá será sede de um importante projeto na área de portos., O Terminal de Ponta Negra. A revelação é do jornalista George Vidor, de O Globo. O investimento passa de bilhões de dólares e aguarda apenas a liberação de licenças para o início da construção de um novo terminal portuário de transbordo de petróleo. De embarcações médias para grandes navios. Atualmente este trabalho é feito na Baía de Ilha Grande, no TEBIG, e provoca intensas reclamações de ambientalistas.

A escolha deste local é pela profundidade da região, que pode chegar a 30 metros. Mas o mar bravio exigirá a construção de um quebra mar para que todo trabalho de transbordo do petróleo seja feito em águas abrigadas. As pedras que construirão esse quebra mar, serão retiradas de um morro próximo, onde serão construídas cavernas para depósito de combustíveis. Uma dessas cavernas poderá ser usada pela Marinha, por se tratar de local fechado e protegido de possíveis ataques aéreos. São cavernas semelhantes as que os suecos fizeram para abrigar seus aviões de caça.

A licença prévia já foi concedida pelos diferentes órgãos do Rio de Janeiro. A área, sem interesse de preservação histórica e sem interesse arqueológico, já foi liberada pelo IPHAN. O grupo de investidores projeta a criação de três mil empregos e dois anos para a conclusão do terminal. A empresa de engenharia DTA, que projetou grande parte dos novos terminais portuários do país, é dona da propriedade de Jaconé e espera construir um terminal para contêineres em um ano. A operação do terminal ficará a cargo de uma grande empresa especializada no setor. A praia de Jaconé, onde o terminal ficará instalado, passará também o gasoduto Rota 3, levando gás do pré-sal direto para a UPGN do Comperj que voltará a ser reconstruída no segundo semestre deste ano. É uma boa notícia para a região. Uma boa notícia para o Estado do Rio de Janeiro.

Fonte: Petro Notícias

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *