Petroleo-e-gas

ANP DEBATE EM AUDIÊNCIA LICITAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizou ontem, em 27 de Junho, no Rio de Janeiro, audiência pública objetivando a obtenção de subsídios e informações adicionais sobre o pré-edital e a minuta do contrato de concessão da 14ª Rodada de Licitações de blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural, a ser realizada em 27 de setembro.

Nesta rodada estarão sendo ofertados 287 blocos exploratórios em 29 setores de nove bacias sedimentares marítimas, dentre elas Campos e Santos e nas bacias terrestres do Parnaíba, Paraná, Potiguar, Recôncavo, entre outras.

O pré-edital e a minuta do contrato de concessão da 14ª Rodada de Licitações foram submetidos a uma consulta pública pelo período de 30 dias, quando a ANP recebeu contribuições de 24 agentes interessados no processo e que se dispuseram dar a sua contribuição.

A realização da consulta e da audiência teve como meta obter subsídios e informações adicionais sobre o pré-edital e a minuta do contrato de concessão e, ainda, dar aos agentes econômicos e aos demais interessados a possibilidade de fazer comentários e sugestões ao documento.

Ao abrir a audiência pública, no auditório da Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio, o diretor da ANP Waldir Barroso ressaltou a Rodada de Licitações oferecerá áreas em bacias sedimentares de elevado potencial, em regiões de novas fronteiras, mas também em bacias maduras, dando oportunidade a pequenas, médias e grandes empresas que desejam atuar no país.

Ainda segundo ele, a meta da ANP com esta nova rodada é ampliar as reservas e a produção de petróleo no Brasil, aumentando o conhecimento sobre as bacias sedimentares do país e também fixar as empresas nacionais e estrangeiras nos campos, dando continuidade à política de fomento a demanda por bens e serviços locais, com a intenção de gerar emprego e distribuir renda.

Fonte: Agência Brasil

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *